sexta-feira, 5 de novembro de 2010

ESCOLA DOMINICAL ATEÍSTA OU ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL?


“Instrui ao menino no caminho que deve andar; e até quando envelhecer não se desviará dele” – Pv 22:6

Eu já ouvi uma mãe cristã dizer que não fica muito encanada em estimular o filho de 9 anos para ir à igreja,ou frequentar a escola dominical .Ela acha que quando ele tiver a idade certa se decidirá e pronto,não tem de ficar "pegando no pé".
Aí me recordei,que foi com o nascimento do Guga,meu primeiro filho que me "emendei" de vez,disse mesmo ao Senhor que dali por diante estaria em sua presença,custasse o que custasse,viesse o que viesse.Pois cuidar de minha vida de modo a estar salva e ter vida eterna era sim importante e necessário.
Porém,ter em mãos a responsabilidade de uma outra vida;vida essa que foi entregue a mim de forma tão linda e perfeita,um serzinho perfeito!Que nós muitas vezes estragamos,deixamos se perder,não tratamos devidamente como deveria...com a firmeza e ternura necessárias a torná-los seres humanos melhores.Meu Deus!!!
Foi conversando um dia com uma amiga,e meditando:
"Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele". Provérbios 22:6
Que cheguei a conclusão de que fazendo a minha parte,o resto seria com Deus.
No versículo não diz:"Talvez não se desviará"
Na verdade é taxativo quando diz: "Não se desviará."
Eu realmente creio em Deus,e sei que Ele é Fiel para cumprir o que diz.
Por muitas vezes decepcionei a Deus e também aos meus filhos,houve um dia em que determinada a mudar como mãe,pedi perdão a eles,pedi perdão a Deus,e também a chance de ser uma mãe abençoadora.Perfeita não,mas consciente de que com determinação a gente pode mudar.
Aprendi que a melhor forma dos meus pequenos conhecerem a Deus,será vendo-o em mim,nas atitudes,e não apenas em palavras.
Não é fácil.E até já deixei bem claro a eles que não sou e jamais serei a "mãe-mulher- maravilha",mas só de me verem tentando todos os dias servir a Deus com sinceridade,sem hipocrisia,sei que já sentem orgulho de mim.Ás vezes chegam a dizer com palavras,outras vezes demonstram com atitudes.Isso me deixa feliz,me faz ver que estou no caminho.
Aí é quando chego ao título deste post;"Escola dominical ateísta".
Preparando minha aula de domingo para as crianças,pesquisando e estudando,me deparei com este tema no site: escoladominical.net (Site que recomendo à você,principalmente se trabalha com crianças).
O postarei aqui na íntegra para compartilhar com você algo tão sério que me fez parar e refletir:

Escola dominical ateísta
Nas manhãs de domingo, a maioria dos pais que não acreditam no Deus dos cristãos, ou em qualquer deus, provavelmente estarão tomando café da manhã ou numa divertida partida de futebol com as crianças, ou iem alguma tarefa doméstica ou, com sorte, dormindo. Sem religião, não há nenhuma necessidade por igreja,
certo?

Talvez. Mas alguns não crentes estão começando a achar que necessitam de algo para os filhos deles. Quando você tem crianças, diz Julie Willey, uma engenheira de design, que você começa a notar que seus colegas de trabalho ou amigos têm uma igreja se reúne para ajudar a ensinar os valores às crianças. Assim todas as semanas, Willey que é budista e e que nunca acreditou em Deus, e o marido dela prendem as quatro crianças deles na minivan azul deles e vão ao Centro da Comunidade Humanista em Palo Alto, Califórnia, para escola dominical ateísta.

Escola dominical ateísta-Centro Humanista em Palo Alto-Califórnia

De acordo com o Instituto para Estudos Humanistas, 14% dos americanos professam não terem nenhuma religião, e entre a faixa etária de 18 a 25 anos, a proporção sobe para 20%. A vida desta pessoas jovens seria muito mais fácil, do que a dos atéus adultos, dizem, se eles aprendessem desde cedo como responder à maioria dos cristãos nos E.U.A. É importante as crianças não parecerem estranhas, diz Peter Bishop que conduz a classe teen no Centro Humanista em Palo Alto. Outros dizem que a instrução semanal apóia a posição que é natural não acreditar em Deus e lhes dá um lugar para reforçar a moralidade e valores que eles querem que as crianças deles tenham.


O programa pioneiro em Palo Alto começou há três anos atrás, e comunidades em Phoenix, Albuquerque, N.M., e Portland, Orengo, planejam começar trabalhos semelhantes na próxima primavera. O movimento crescente de instituições para crianças de famílias de ateus também inclui Acampamentos de verão em cinco estados mais Ontario, e a Academia Carl Sagan, na Flórida, a primeira escola pública Humanista do país que abriu com 55 crianças no outono de 2005. Bri Kneisley que enviou o filho Damian de 10 anos, acampar em Ohio neste último verão, dá as boas-vindas ao senso de comunidade que estas novas escolhas lhe oferecem: Ele é uma criança de pais de ateu, e ele não é o único no mundo.


Kneisley, 26 anos, uma estudante da Universidade de Missouri, diz que percebeu que Damian precisava aprender sobre secularidade depois que um vizinho lhe mostrou a Bíblia. Damian era bastante convicto quando esse sujeito lhe contou esta surpreendente verdade que eu nunca tinha compartilhado com ele, diz Kneisley. Na maioria dos acampamento tradicionais, o filho dela amava canoagem, além disso, o acampamento ateísta ensinou para Damian pensamento crítico, religiões mundiais e de livres-pensadores (um termo que engloba ateus, agnósticos e outros racionalistas) como o abolicionista negro Frederick Douglass.

O Programa Palo Alto Family usa música, arte e discussão para encorajar expressão pessoal, curiosidade intelectual e colaboração. Em um domingo de outono apode-se encontrar até uma dúzia de crianças de até 6 anos de idade e vários pais que tocam instrumentos de percussão e cantam hinos como Ten Little Indians, em vez de canções como Jesus me ama. Em vez de ouvirem uma história da Bíblia, a classe ê Stone Soup, uma parábola secular.

No corredor na cozinha, as crianças mais velhas se concentram em uma conversação Socrática com o líder Bishop. Ele tentou conseguir que eles vejam como as pessoas são coagidas a renunciar as convicções delas e que poderiam não mudar as mentes delas de fato mas poderiam estar reagindo, uma lição importante para jovens ateus jovens que podem sentir pressão para confessarem acreditam em Deus.


Pais de ateu apreciam este ambiente. Isso é por que Kitty, uma atéia que não quis revelar o último nome para proteger a privacidade das crianças dela, traz à classe de Bishop toda semana. Depois que Jonathan, 13, e Hana, 11, nasceram, Kitty diz que ela se sentia socialmente isolada e até mesmo pensou em experimentar levá-los à igreja. Mas eles estão tendo discussões racionais, então mais confortáveis noCcentro Humanista. Eu sou uma pessoa que não acredita em mitos, Hana diz. Eu aprecio bastante à evidência.


Fonte:http://www.time.com/time/magazine/article/0,9171,1686828,00.html


Notas:
Pais ateus estão preocupados em levar os filhos à Escola Dominical Ateísta para saberem rejeitar o cristianismo. Os pais cristãos estão preocupados em levarem seus filhos à Escola Bíblica Dominical? Pais cristãos tem essa mesma convicção da importância da Escola Dominical que os pais ateus?


Humanismo
Um sistema filosófico de pensamento que focaliza o pensamento, e ações no valor humano. Humanos são considerados basicamente bons e criaturas de razão que podem ser melhores por habilidades humanas naturais de razão e ação. Humanismo secular é um recente desenvolvimento que enfatiza objetividade, razão humana, e padrões humanos que governam arte, economias, éticas, e convicção. Como tal, nenhuma deidade é reconhecida.




Copyright © 2010 www.escoladominical.net. Todos os direitos reservados.
Joomla! é um Software Livre com licença GNU/GPL v2.0.

Talvez você esteja se sentindo como eu me senti no momento em que li;chocada!
E talvez daqui a pouco sinta-se como me sinto agora;indignada e um pouco envergonhada.Porém ciente das tamanhas artimanhas de satanás.Que tenta de todas as formas destruir o homem;imagem e semelhança de Deus.E em tão tenra idade.
Se pararmos para olhar um pouco mais adiante poderemos observar que em todas as frentes ele procura destruir as crianças.Quando penso nos meninos das guerrilhas,das crianças soldados,crianças do tráfico,das crianças treinadas para se tornarem homens e mulheres bombas que morrerão e matarão em nome de Allah.
Um Allah que eles deturparam,e que está longe de ser o nosso Deus.
Satanás está ao derredor,bramando como leão afim de que nos possa tragar.
E como podemos ver,pais ateístas estão preocupados "também" em ensinar a seus filhos o caminho em que "devem andar",ou melhor seria dizer: "O caminho em que não devem andar."
Tentando endurecer o coração destes pequenos,que por direito já possuem o reino de Deus.
 "Então, lhe trouxeram algumas crianças para que as tocasse, mas os discípulos os repreendiam. Jesus, porém, vendo isto, indignou-se e disse-lhes: Deixai vir a mim os pequeninos, não os embaraceis, porque dos tais é o reino de Deus. Em verdade vos digo: Quem não receber o reino de Deus como uma criança de maneira nenhuma entrará nele. Então, tomando-as nos braços e impondo-lhes as mãos, as abençoava."

(Mc 10.13-16)
É neste ponto de minha reflexão que sinto vergonha.Sim,sem hipocrisia alguma me mostro aqui neste instante;envergonhada,covarde,preguiçosa!E tão indigna de fazer parte deste reino,até mesmo desta seara.
A que ponto chegamos!Como cristãos desorientados,que até tentam fazer as coisas com amor e excelência,porém ao querer fazer como achamos que deve ser,ou tentando abranger tanto e tudo ao mesmo tempo,saimos da vontade de Deus,e quando vemos,trocamos os pés pelas mãos...eu faço isso muitas vezes!
Tudo poderia ser tão mais simples,se de maneira simples pregassêmos o amor deste Deus real!
Da maneir como ele quer que façamos...sem o brilho que os nossos holofotes podem produzir.
Mas com o brilho incomparável do doce e poderoso Espírito Santo.
Muitas vezes não fazemos por mal,mas apenas por agirmos emocionalmente,atrapalhando assim o agir do Espírito de Deus.
"Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele". Provérbios 22:6

Se verdadeiramente quisermos que este versículo seja uma realidade na vida de nossos filhos, cabe a nós, pais e mães, em obediência a Palavra de Deus, evangelizar e discipular nossos filhos. Precisamos além de levá-los a Jesus, ensiná-los a crescer na intimidade e comunhão com Deus.Ensinar a criança no caminho em que deve andar é muito mais do que levá-la a igreja domingo após domingo, é muito mais do que ensiná-la a ser religiosa, é muito mais que ensiná-la a orar na hora das refeições, é muito mais que proibí-la de assistir um desenho da Disney, é muito mais que ler a Bíblia só no dia em que dá tempo, é muito mais do que cursá-la em um colégio cristão, é muito mais que delegar a professora da Escola Dominical o que Deus nos delegou como pais.






Ensinar a criança no caminho em que deve andar é viver a vida de Cristo a cada momento de nossa vida, é exalar o bom perfume de Cristo em nossos lares, para que nossos filhos vejam Cristo e o seu amor através de nós.


Ensinar a criança no caminho em que deve andar é levá-la a amar a Jesus de todo o seu coração e sua alma, como nós amamos, é ensiná-la a ter comunhão íntima com Jesus como nós temos, ensiná-la a ter desejo de orar, falar com Deus como nós, é ensiná-la a ter fome da Palavra e se alimentar diariamente como nós nos alimentamos.


Ensinar a criança no caminho em que deve andar é colocar a Palavra de Deus no coração e na alma de nossos filhos, estando sempre a frente dos seus olhos. É ensinar a tempo e fora de tempo, é almoçando na mesa, brincando no chão, tomando banho, fazendo jantar, comendo juntos. Andando no caminho da padaria, da escola, do shopping, da feira, do parque. É ensinando na hora de deitar, na hora de se levantar para a escola (Deuteron.. 11:18 a 21) e quando for velho não se desviará deste caminho, pois as promessas de Deus são verdadeiras, não mudam e não falham.


Sendo assim porque tantos jovens que foram "criados em lares evangélicos" e foram "criados na igreja" estão hoje longe de Deus, desviados para as drogas, alcoolismo, prostituição, marginalidade? Ou mesmo não querendo nada com Deus. Quem falhou ? Deus ou nós os pais?Hoje é o tempo urgente para vivermos essa promessa de Deus em nossos lares, pois como pais desta geração precisamos também com urgência obedecer e viver a Palavra de Deus em Deuteronômio 11 e Salmos 78.

Claudia Guimarães

3 comentários:

  1. Acredita que to tentando seguir seu blog, e não consigo, dá mensagem de erro....sabe naquela barra de ferramewntas do blogger lá em cima? é lá que to seguindo...muito chato!!!
    obrigada,
    qdo conseguir..."pometo" que vou seguir, ok???
    abraços,

    ResponderExcluir
  2. Choquei...
    E olha que eu sou uma mala com escola dominical heim... O.o
    Gosto mais do formato da célula. E de cultos de ensino práticos, mas, eu sei que a divina semente foi há muito plantada em meu coração por meio de escolas dominicais.

    Hoje, sou crítica, chata, azeda, tagarela e racional, reconheço. Ás vezes uma intolerável, reconheço tbm.
    Reconheço ainda que não tenho uma fé xiita, "firme", absurdamente certa de tudo, não consigo. É mais forte que eu...
    Mas, sei que existe um Deus que criou todas as coisas e do barro formou a mais complexa estrutura de DNA.

    Quando um ateu me explicar como o primeiro DNA se formou é que vou sentar pra ouvir suas histórias...

    ResponderExcluir
  3. Manditas resumiu tudo,lindamente nesta última frase..."Quando um ateu me explicar como o primeiro DNA se formou é que vou sentar pra ouvir suas histórias..."
    Deus seja para sempre exaltado!
    Bjo Manditas.

    ResponderExcluir

Daily Calendar

Ocorreu um erro neste gadget