quinta-feira, 26 de março de 2009



"Assim como a corça anseia por água, minha alma tem sede de DEUS" (Sl 42)
Onde quer que estejas, cava profundamente: em baixo fica a fonte.
(Nietzsche)




"Mas os que esperam no SENHOR renovarão as forças, subirão com asas como águias; correrão, e não se cansarão; caminharão, e não se fatigarão. "(Isaias 40.31)

Bem vindos amigos!Sinceramente não soube muito bem o que usar hoje...áh esta indecisão tão peculiar do nosso sexo feminino!Rsrsrs Poderia eu estar em meu pretinho básico,sandálias de saltos (Ui!cansam!)

Melhor;colocarei meu vestido de primavera,rsrsrs alegre,florido,e de pés descalços...

Deixemos disso!Estou realmente em meu melhor estilo;pijamas e pantufas!Despida de qualquer formalidade,assim são os amigos!Pra vocês o meu melhor sorriso,e todas as minhas divagações e conclusões...rsrsrs Conclusões nem sempre,na vida somos sempre aprendizes.

Ainda mais eu,"QUEM SOU EU?" E agora me meti a escrever um blog...não riam!Não é pretensão a coisa alguma não,é apenas uma deliciosa e irresistível oportunidade de fazer o que amo;colocar meus pensamentos e sentimentos em pauta;acho que posso dizer assim...

Mas sem muitas delongas,pois eu realmente tenho tanto a dizer, preciso sinceramente deixar aqui alguns textos de outras respeitáveis pessoas,vocês então entenderão tudo,mas mesmo assim;(afinal amo detalhes)explicarei o porquê do meu "Correndo como a corça,voando como águia"

Durante toda minha vida cristã;ministrações,passagens bíblicas e louvores que sempre me fizeram "viajar", foram a tal história da "corça e da águia" rsrsrs áh...doces e sábios exemplos destas duas criaturinhas:

CORÇA


Sede, sim, e de DeusOsvaldo Luiz Ribeiro


Usemos a imaginação. A corça grita pela corrente das águas. E nós nos perguntaríamos: por que grita a corça pela corrente das águas? Eu me responderia: porque ela tem sede. Sim, isso parece claro, porque logo depois o salmista dirá que tem “sede” de Deus, com o que, se a poesia é construída de inter-relações e paralelismos, os dois, a corça e o salmista, têm sede – ainda que de grandezas e profundezas diferentes. Por que, então, a corça grita pela corrente das águas justo agora, que tem sede...? Eu responderia: vai ver ela já teve sede um dia, já bebeu das águas um dia, quando isso aconteceu, as águas das quais bebeu mataram-lhe a sede, e agora, quando de novo tem sede, porque se lembra de que as águas lhes matam a sede, grita por elas... Se é por isso, não sei, mas faz sentido. Imaginemos que o seja...

Então o que teríamos? Teríamos uma corça que no passado teve sede, lá e então bebeu das águas, e a sede “desmaiou”. Agora, aqui e agora, tem sede de novo. Movida pela memória, pela saudade, pela nostalgia, quer das águas. Seu desejo é que daqui a pouco as encontre, beba delas, mitigue a sede devoradora da paz, e fique bem...

Temos três “tempos” nessa nossa brincadeira teológica com a corça: passado, presente, futuro. No passado, a sede a o mitigar da sede. No presente, só a sede e o grito pelas águas. No futuro, o sonho de a sede ter sido mitigada.

Quero brincar um pouco mais, advertindo que para mim, Teologia se faz de duas maneiras – ou brincando, ou guerreando: opto pela brincadeira, pelo lúdico, pelo prazer, pela vida, o que implica em ser “tolerante”, pacífico, ter boa vontade, paciência... Vamos lá: se o salmista compara sua sede à da corça, ainda que ela tenha sede de água, enquanto ele, de Deus, será no que resulta transportar para a sede do salmista a mesma estrutura de tempo – presente, passado, futuro – em sua relação com Deus e sua sede?

Não fico surpreso em constatar que se o fizermos, chegaremos à conclusão de que a sede de Deus comporta-se como a sede da corça por água. Se temos sede, agora, no presente, é porque, ontem, quer dizer, no passado, tivemos uma “experiência” com Deus – gosto de usar a expressão “encontro com o sagrado”. Mas se tivemos essa experiência, por que temos sede de Deus agora? Eu diria que é porque o sagrado não é, em essência, apreensível, capturável. Ele passa por nós, como a água por nossa garganta... mas se vai logo, também como a água. E então sentimos “sede”, como de água, e porque sabemos que Deus mata essa sede, queremos “bebê-lo” de novo.

Resulta a surpresa de que Deus está no passado, e, desejamos – temos sede – estará no futuro. Mas, surpreendentemente, a julgar pela comparação do salmista, no presente, não, só sede, só saudade, só desejo...

As pesquisas com Fenomenologia da Religião constatam essa “ausência” essencial e natural de Deus no presente. Na experiência humana, o sagrado dá-se a perceber, a “conhecer” – num sentido especial – mas nunca ontologicamente, nunca absolutamente, nunca essencialmente. É capturado pela experiência, traduzido pelas estruturas de interpretação do indivíduo, verbalizado em expressões teológicas... Mas tudo isso resulta em um discurso que é humano, porque Deus mesmo, que Deus é e não discurso humano, fica lá, na experiência, aquela que tivemos, agora há pouco, que seja, mas lá, não cá, porque cá e agora, só sede, saudade e desejo... Gosto desse negócio de Fenomenologia da Religião... Talvez porque tenha sede, muita sede... Romantismo? Misticismo? Fenomenologia!

Essa sede tem-na, então, quem teve uma “experiência” com o sagrado – e há inúmeras, talvez tantas e de tantas formas quanto tantos são os seres humanos e suas cabeças-corpos-culturas. É uma sede profunda, no corpo e na alma, no todo em que consiste o homem, e é tão grave que gera caminhos alternativos para um “poço” onde haja água para a mitigar. São, contudo, poços como a da mulher samaritana – boa água, mas apenas água. Ah se ela soubesse...

Um poço assim é a ortodoxia. A experiência com o sagrado foi interpretada, objetivada e verbalizada. Virou agora sistema de referência doutrinário e sistema de valores. Parece que tem de ser assim, porque parece que o ser humano é assim, foi feito ou tornou-se nisso que é, e é assim, cria mundos, gera sentido, estabelece valores. O problema é que quando vai sentir aquela sede, pode achar que a pode matar com esse sistema que cria – sistema de doutrinas e de valores. E, pior ainda, pode cismar que sede de Deus só se mata assim, e só com esse sistema, e só com esses valores. A ortodoxia, boa que é, como tudo quanto é bom, pode tornar-se um tropeço – um arrimo falso, por isso mesmo um tropeço...

É necessário um sistema de doutrinas; é incontornável um sistema de valores; mas nenhum dos dois pode permitir-se substituir o “sagrado”, que não cabe neles, que não depende deles, porque eles são desenvolvimentos interpretativos humanos a partir de uma experiência tida como com o sagrado, mas não são nem por isso “o sagrado”. Viva a ortodoxia, se ela é viva! Mas se ela se agarra a si mesma, se se idolatra a si mesma, se se diviniza a si mesma, e se em nome de si mesma pega, mata e come, vade retro...

Ah, mas há outro poço – o da utopia. Diferente da ortodoxia, que se agarra ao que aí está, a utopia se agarra ao que não está aí. Tão necessária quanto a ortodoxia, a utopia pode, também, tornar-se um câncer. É boa porque é sonho, sonho que pode catalisar o melhor de todos nós... mas também o pior. Os revolucionários todos eles são guiados por utopias, e viva os revolucionários se são vivos, mas se se agarram a seus sonhos como se foram “os deuses” ou “o Deus”, ai ai! Utopistas há que se fazem de profetas, e misturam seus sonhos com o que seria, também, sonho de Deus, e não sei porque caminhos chegaram a eles, posto que os sonhos de Deus, se chegamos a eles, como saberemos? Mas os utopistas o sabem, muito bem, e só eles, e saiam da frente em nome de Deus aqueles que lhes estorvarem o caminho de realizarem, eles mesmos, os sonhos de Deus, que são deles, profetas... posto que para isso nasceram: saberem e realizarem os planos de Deus (?)...

Acho que a sede de Deus impede de nos agarrarmos às ortodoxias e às utopias como se fossem elas deuses-ímas, ou como se fôssemos nós carrapichos. Devemos conviver com as ortodoxias na plena dinâmica das relações indivíduo-instituição, difíceis, sempre. Devemos deixar-nos contagiar pelas utopias, motores fundamentais da caminhada humana pela Terra. Mas acima de tudo, acho que devemos estar sempre alertas para o fato de que a sede de que somos tomados (se) é de Deus, (então) jamais será mitigada, só “desmaiada”, e que todas as ortodoxias juntas e todas as utopias reunidas sequer podem – por mais que sejamos tentados a tanto, e malgrado todos os "profetas" de ontem e de hoje – substituir a experiência inefável, intraduzível, irrepetível com o sagrado.

O bom é sentir sede. Diria que nisso se traduz a saúde do espírito


-------------------------------------------------------------------------------

Grande "prô" Osvaldo!Lindo e doce Espírito Santo de Deus!!!Mas tem mais:


"Amo o SENHOR, porque ele ouve a minha voz e as minhas súplicas. Porque inclinou para mim os seus ouvidos, invocá-lo-ei enquanto eu viver" (Sl.116:1-2)
"Retorne ao seu descanso, ó minha alma, porque o SENHOR tem sido bom para você!" (Sl.116:7).


Uma corça sedenta e exausta caminha pelo deserto. Logo, o animal avista a imagem de um lençol d’água sobre a areia. Começa a correr desesperada ao encontro da única substância que pode matar sua sede.A corça é um animal de pequena estatura, arisco e de costume migratório. E uma característica interessante: a corça não suporta o confinamento.É um animal dotado de olfato privilegiado que lhe possibilita sentir cheiro de água a quilômetros de distância. É capaz ainda de perceber, metros abaixo da superfície, a existência de um lençol de água.Em regiões desérticas da África e do Oriente Médio, empresas construíram quilômetros de aquedutos sob a superfície terrestre. E as corças sedentas, ao pressentirem a água jorrando pelo interior dos dutos, correm por cima das tubulações na tentativa de encontrarem a nascente, ou então um possível local por onde essas águas pudessem ser alcançadas.Certo poeta descreveu essa cena da corça farejando água, sob a areia do deserto, do seguinte modo: “Como suspira a corça pelas correntes das águas, assim, por ti, ó Deus, suspira a minha alma. A minha alma tem sede de Deus.” (Sl 42.1-2.)Note que nesta passagem, Davi faz uma comparação. A sede dele pelo Senhor era comparada ao anseio de uma corça pelas águas. Em se tratando de um homem “segundo o coração o de Deus”, creio que esta comparação pode servir de parâmetro para nossa própria busca.Mas, enfim, como é que a corça suspira e anseia pelas águas?É com desespero. Gritando, correndo, buscando, farejando. Com sede. Com olfato privilegiado para localizar a fonte certa. Continuamente, todos os dias. Não se permitindo acomodar e fugindo do confinamento.E nós? Estamos desesperados por Deus? Temos sede de sua presença? Temos corrido, buscado e nos desesperado por mais dele em nossas vidas? Temos buscado na fonte certa, diariamente? Ou temos nos contentado com a mediocridade do nosso “confinamento”?Cada um de nós pode ter seu próprio “confinamento”. Coisas que nos prendem e nos impedem de sair em busca da água fresca que tanto precisamos. Podem ser pessoas, situações ou até mesmo “pequenos reinos” que construímos para nós mesmos (“meu emprego”, “meu ministério”, “meu evento” etc.).Precisamos, como a corça, sair e correr. Precisamos de olfato aguçado para ir à fonte certa, que é Cristo. Afinal de contas, existem fontes sem água (2Pedro 2.17), e nuvens sem água (Jd 1.12).E lembremos das palavras do Mestre: “[...] Quem tem sede, venha; e quem quiser, receba de graça a água da vida.” (Ap 22.17.)Que o Senhor Deus tenha misericórdia de nós e nos guie.(Ministração de um Pr. abençoadO da AD lá das bandas do MG).
--------------------------------------------------------------------------------
Fala Jesus querido... :)

ÁGUIA
A águia é a ave que possui a maior longevidade da espécie. Chega a viver 70 anos.
Mas para chegar a essa idade, aos 40 anos ela tem que tomar uma séria e difícil decisão.
Aos 40 anos ela está com:
- As unhas compridas e flexíveis, não consegue mais agarrar as suas presas das quais se alimenta.
- O bico alongado e pontiagudo se curva.
Apontando contra o peito estão as asas, envelhecidas e pesadas em função da grossura das penas, e voar já é tão difícil!
Então, a águia só tem duas alternativas:
Morrer Ou enfrentar um dolorido processo de renovação que irá durar 150 dias. Esse processo consiste em voar para o alto de uma montanha e se recolher em um ninho próximo a um paredão onde ela não necessite voar.
Então, após encontrar esse lugar, a águia começa a bater com o bico em uma parede até conseguir arrancá-lo. Após arrancá-lo, espera nascer um novo bico, com o qual vai depois arrancar suas unhas.
Quando as novas unhas começam a nascer, ela passa a arrancar as velhas penas.
E só após cinco meses sai para o famoso vôo de renovação e para viver então mais 30 anos.

-------------------------------------------------------------------------------------Vou voar como a águia...pois eu vi a glória do meu Deus!!! :D
Você nasceu para ser águia e não galinha do mato. Você precisa voar alto, afinal, a águia é o pássaro que voa mais alto. Deus nos criou para voar muito mais alto.

PÁSSAROS QUEBRAM ASAS
Deus prefere pássaros de asas quebradas.
Você pode ter quebrado as suas asas em alguma área da sua vida.

2. ASAS QUE JÁ FORAM QUEBRADAS, NÃO IMPEDEM NOVOS VÔOS.
Ossos quebrados ficam mais fortes do que antes quando sarados.
Pássaros quebram asas, porém asas que já foram quebradas, não impedem novos vôos.

3. DEUS TEM PREFERÊNCIA POR PÁSSAROS DE ASAS QUEBRADAS:
Asas quebradas, normalmente são conseqüências dos pecados cometidos, porém nem sempre estamos impedidos de voar por causa de uma asa que já foi quebrada.
Não é só o pecado que quebra asas, existem outras questões também:

JOSÉ foi traído por sua família;
José foi injustiçado na casa de Potifá;
José foi esquecido na cadeia.
Mesmo em meio de toda essa catástrofe, Deus fez José voltar a voar e ir muito mais alto.

JÓ teve diversas perdas em sua casa
Há perdas que quebram as nossas asas e chegamos a pensar que não há conserto, porém Deus restituiu tudo e muito mais na vida de Jó.

DAVI chorou profundamente pela morte do seu filho, porém tempo depois chegou Salomão.
A vida com Deus não anda para trás.

ABRAÃO, perdeu todos os motivos para sonhar na vida, porém Deus mandou conta às estrelas (voltar a sonhar)
Precisamos sair da tenda do pessimismo, incredulidade, medo, fobia e etc.

Outros porém, quebraram as asas por causa do pecado, um exemplo foi Jacó que enganou o pai, vendeu a primogenitude e tudo mais.

O Espírito Santo quer te ajudar a voar alto
Pensar lógica, te desespera
Pensar teológica, te trás benção.

Deus não mente. O que Ele prometeu Ele vai cumprir.
Deus não perde;
Deus não falha;
Deus não muda.

Davi teve sua asa quebrada quando seqüestraram sua família e queriam matá-lo.
O pecado quebrou a asa de muita gente. Não se deixe se prender pela sujeira do pecado. Não troque as bênçãos de Deus pelas sujeiras do mundo.

Não é hora de descanso. É hora de continuar lutando (orando, jejuando, trabalhando e buscando cada vez mais a Deus). Deus vai realizar os seus sonhos. Deus vai curar as suas asas quebradas e te fazer voar muito mais alto.

(Pr. José Armando CIDACO – Igreja Batista em Barra do Imbuí – Teresópolis) -RJ

-------------------------------------------------------------------------------------A Bíblia diz:" ... somos mais que vencedores, por meio daquele que nos amou" (Romanos 8:37)



O NINHO DAS ÁGUIAS

“Ou é pelo teu mandado que se remonta a águia e faz alto o seu ninho? Habita no penhasco onde faz a sua morada, sobre o cimo do penhasco, em lugar seguro” Jó 39:27-28
Muito se tem usado a figura da águia para descrever a atitude do cristão vitorioso, conquistador. Falar de sua visão inigualável, sua força, seu espírito predador e seu poder de alçar altos vôos é quase que uma redundância. Muito pouco tenho ouvido, porém, sobre o ninho das águias e é sobre isto que quero refletir com você.
A águia mora nas alturas, na copa das grandes árvores ou em rochas de difícil acesso. A espécie conhecida como dourada, por exemplo, constrói ninhos com três metros de profundidade e dois de largura em media e nunca pára de investir neles em toda a sua vida. Ali habita com sua parceira (águias têm acasalamento monogâmico, ou seja, nunca trocam de par), criam e alimentam seus filhotes até que possam voar, além de abrigar como seus “inquilinos” pequenas aves, mais frágeis, com as quais convive pacificamente.
Ao tomar conhecimento dessas características, logo imaginei a célula como um ninho de águias, um ambiente propício para formar crentes conquistadores.
Uma igreja tem que ser um lugar de investimento. Um líder de êxito é alguém que se dedica de forma obstinada a preparar um ambiente para a multiplicação. Como eu disse, a águia passa toda a sua vida investindo no seu ninho, renovando-o ela nunca sente que ele está pronto. Talvez por isso não se muda, raramente abandona o ninho que começou. Que grande lição!
Aconteça o que acontecer, os “crentes-águias” também são dedicados e fiéis aos seus queridos. Estão sempre procurando melhorar o ambiente, aprofundar os relacionamentos, dar maior consistência ao ninho.
O capricho das águias é tão grande que seu “lar” acaba atraindo algumas espécies de aves menores, indefesas, que vêm para se abrigar e, surpreendentemente, são bem recebidas pelas “donas da casa”. Não é este o verdadeiro espírito da igreja? Servir de refúgio e aconchego para os perdidos, aqueles que não têm defesa no mundo espiritual e precisam de um lugar para sobreviver. E quanto maior e mais bem preparado for o ninho, mais gente assim será atraída à graça de Deus! Por isso temos que insistir para que a igreja não se torne um lugar de conforto para crentes maduros, mas um lugar de salvação desejável para os que estão perdidos.
Outro detalhe importante é que as águias têm seus filhotes e os criam no ninho, mas não permitem que eles permaneçam ali para sempre. Quando eles estão consolidados, com asas desenvolvidas, prontos para voar, ela os empurra para fora, ajudando-os a vencer o medo das alturas e mostrando-lhes que são capazes. Este é o papel de um bom líder. Ele consolida os novos em sua igreja, leva-os ao discipulado, à Escola de Líderes e, quando estão prontos (ainda que não se sintam completamente seguros), envia-os para desenvolver seu próprio ministério. E como é maravilhoso ver estes “filhotes” descobrindo o prazer e a alegria de voar! Confesso que me surpreendo ao observar gente nova na fé, vidas que nasceram de novo há menos de um ano e que já estão alegremente à frente de suas próprios ministérios, começando a construir seu ninho de bênçãos.
Há um outro detalhe muito interessante na vida das águias: Elas são monogâmicas, ou seja, o macho e a fêmea se acasalam e permanecem exclusivos um do outro enquanto viverem, nunca se envolvendo com outros parceiros. Isto nos fala de fidelidade, outra marca imprescindível na vida daqueles que desejam ser bem sucedidos no ministério e na vida cristã. Fidelidade ao Senhor, fidelidade à família, fidelidade aos líderes e discipuladores. Sem isso, ninguém obterá êxito. A santidade passa pela obediência, que nasce da fidelidade e é essa fidelidade que viabiliza uma multiplicação contínua e saudável.
Esses são dias de grandes conquistas para o reino de Deus. Os céus de nossa nação estão abertos para a salvação de multidões. Nesse contexto, a igreja e cada um de seus ministérios é um segredo estratégico para o avanço rápido desta colheita final. Só teremos sucesso, porém, se fizermos de nossas vidas uma referência da visão e se as nossas igrejas forem verdadeiros ninhos de águias, ambiente de excelência onde reproduzimos e formamos os conquistadores, não no nível da razão ou das circunstâncias naturais, mas nas abençoadas alturas da fé.

(Adaptado p/ a realidade em que vivo).
------------------------------------------------------------------------------------------------
Sinceramente o que dizer depois de tudo isso?Usarei as palavras do meu querido irmão Jó:
Bem sei eu que tudo podes,nenhum dos Teus pensamentos pode ser impedido!Que é aquele;dizes tu,que encobre o conselho?Por isso falei do que não entendia;coisas que para mim eram maravilhosíssimas,e que eu não compreendia.Escuta-me, pois,e eu falarei;eu perguntarei,e Tu me ensina.Com o ouvir dos meus ouvidos ouví,mas agora te vêem os meus olhos!"(Jó:42.1 ao 5)


Hoje mais do que nunca quero e sei que posso ser corça e águia!A
sede do celestial é constante e crescente.E Deus é fonte inesgotável!!!Vivi a experiência do sobrenatural,sei exatamente o que é tê-lo comigo todo o tempo,é quase palpável Sua presença!É incrível!Foi gradativo e muito sofrido chegar até aqui,já faz algum tempo.
Não há fórmulas nem receitas,é puro e simplesmente um coração quebrantado,hoje entendo como isso o agrada e abre realmente a porta para que Ele entre.Lembro-me que foi em um momento de cansaço total e beirando a resignação,não que algum dia eu tenha se quer pensado na possibilidade de deixar de amá-lo,porém o abismo vai se formando,aí um belo dia você olha,cai chorando,soluçando e pensa:"já era!"
Que nada!Eu,você;podemos até desistir,mas Ele jamais!Põe na cabeça:Deus não desiste de você!O mundo inteiro pode estar contra,Ele é como aquela mãe ou pai em torcida de decisão de campeonato,quando o filho está tendo um péssimo desempenho,todos olhando com cara de poucos amigos,querendo fazer sumir dali o "perna-de-pau",e o pai e a mãe berrando"Vai lá filhão!Dá móle não!Você consegue!Estratégia menino,lembra-se da estratégia de vitória?Você pode!Uhúúú!Esse é o meu garoto!!!"
E não é que o menino dá mesmo a volta por cima?Se não for naquela área,pode ter certeza que aprenderá a persistir ,e vencerá e se dará bem em alguma coisa!rsrsrs Foi assim que ensinei meu Guga a andar de bicicleta...
Estes dias eu lavando minha louça;ô lugar pra se pensar e repensar na vida,né?Rsrsrs Comigo pelo menos é assim,eu e minha pia...coloco um louvorzinho,quando me empolgo vira (zão),comecei a pensar no amor de Deus,na maldade de satanás,de como ele consegue achar brechas nas pessoas,lembrei-me de Hitler,o tão odiado(por quase todos)Hitler.Pensei;"Meu Deus!E a mãe dele?O que será que se passava na cabeça dele quando pequeno?Quando foi que satanás lançou a primeira semente?
"Adolfh,vem almoçar...tô indo mãnhê!Hora de dormir...Já vou!"
É,ele foi um menininho um dia...como Deus o amou...aí comecei a imaginar os últimos dias dele,legiões de demônios constantemente ao seu redor,medo,loucura e por último o suicídio.Mas pude imaginar ainda,em uma das últimas noites, Jesus indo à beirada de sua cama...doideira minha?Sei lá!Eu realmente imaginei,e acreditei até;Jesus chegando,tão triste,os demônios saindo fora com medo,covardes!Jesus olhou tão mansamente para Hitler,áh...um dia ele fora semelhante à Ele,não era pra ter sido este o desfecho da história,o preço havia sido tão caro!Jesus comtenpla Suas próprias mãos,vislumbra os cravos na penumbra daquele quarto triste,sombrio, e sussura:"Foi por você Adolfh,e eu faria tudo outra vez!Bastaria um único sentimento neste seu coração;arrependimento,e eu mudaria a história de sua vida e a do mundo!"
Mas Hitler não quis,e com certeza Jesus chorou!Porém Ele é amor,mas também é justiça,e não se agrada das tolices de ninguém,e assim a história que o própio Hitler escreveu para ele seguiu seu curso.
Amor não se mede,imagine então o amor de Deus!Mas eu vivo procurando e achando exemplos deste amor.A conclusão é que Ele não desiste mesmo!
E não desistiu de mim!Aleluia!!!Te amo viu Jesus,e você sim sabe o quanto!Hoje eu me abrigo neste amor,nele eu me alegro e encontro forças,estímulo,esperança!Sinto-me empreendedora do reino de Deus!Rsrsrsrs É sério,outro dia falarei disso...
Um belo dia, sabe o que Ele me disse?"Você voará como a águia!"
Nem por um momento duvidei,hoje só posso dizer:"Gente!A vista é realmente linda!Às vezes assustadora e a conclusão é apenas uma;precisamos trabalhar como águias também!
Envolve tantas coisas nesta história de águia,não é simplesmente voar,sentir o vento no rosto,Ele também nos amplia a visão,aguça outros sentidos,e quer mais do que tudo que os coloquemos em prática.Eis-me aqui Senhor!Possibilite-me ser uma águia!!!
E uma linda e veloz corça,sedenta por Tua presença!
Ouvi algo outro dia interessantíssimo sobre a corça,água todo mundo já conhece sua simbologia bíblica e espiritual,a que me toca profundamente;Jesus nossa água,sacia-nos e limpa-nos.
Limpar!É o que mais preciso,pecado nos suja,nos afasta de Deus,de Sua intimidade,água limpa;Jesus é esta água.
Aí achei interessante saber que o que também leva a corça a essa busca desesperada por água,além de sua sede,é porque ela nesta correria toda,exala um forte odor que atrai seus predadores,ou seja;ela busca as fontes de água pura para poder lavar-se,limpar-se e livra-se do cheiro,assim sendo de seus predadores!
Passando isso para o lado espiritual da coisa,preciso dizer mais alguma coisa?
Eita Davizinho,hein?!?Glória a este Deus tremendo!Que eu possa ser como Davi,alegrar-me e adorá-lo em todo o tempo!!!
Que tripliquem a cada dia nas estatísticas espirituais,o número de águias e corças!Seja uma você também!Identifique-se já!Você pode,pois Ele não desistiu de você!!!
Beijos!Até a próxima!!!

14 comentários:

  1. AMEI SEU BLOG!!!
    Vc sabe q curto mto a forma como escreve e a sua sempre sinceridade em rasgar o coração!! ^^
    Parabens ! Que Deus use mto sua vida através deste blog !! bjs
    Te amo.

    ResponderExcluir
  2. Ô querida!Como é bom receber palavras de carinho e incentivo de quem amamos!!!Vc é extremamente importante para mim!Valeu!!!
    Te amo em Jesus!Bjos!á,e volte sempre! :)

    ResponderExcluir
  3. [b]Deus nos levanta de forma suprema para olharmos firmes para o alvo.Deus nos escolhe para nos dar a agua verdadeira a fim de que nos venhamos levar essa agua para muitos!
    O alvo é Cristo e Ele nos faz voar com asas de aguia...Eramos como a corça sedentos para saciarmos nossa sede de precisao.Hoje continuamos sedentos para saciarmos a sede espiritual que tem que ser incessante.Sempre tenha sede de Deus.Sempre Voe mais alem.
    laryssa matias,06 de setembro de 2009
    Maceio, al.

    ResponderExcluir
  4. Larissa,independente de onde vc esteja neste instante,que o Espírito do Senhor esteja sobre sua vida!
    Que o Senhor cumpra em sua vida cada um dos Seus propósitos.
    Que vc seja sempre veloz como a corça,e com toda certeza ele te fará descansar sobre águas tranquilas...fique na paz querida,Deus te abençoe poderosamente!

    ResponderExcluir
  5. AMEM! confesso que por um acaso voltei essa pagina!! e sei que Deus esta comigo!
    obrigada pelas palavras que nosso Pai celestial te faça crescer ainda mais!!
    fica na paz quarida!! Deus sempre esta com voce!

    ResponderExcluir
  6. Gostei muito do seu blog ,estava procurando um estudo sobre a corça e pude aprender muito contigo, um abraço minha irma querida .

    ResponderExcluir
  7. Amém Cida!Glória à Deus por nossas vidas!
    Que possamos estar todo o tempo em Sua presença,
    e pela sua infinita misericórdia,sempre sendo usados por Ele,para edificarmos uns aos outros!
    Sua visita aqui me deixou muito feliz!
    Volte sempre que puder!Bjo,fique na paz!!!
    Que o Senhor te use tremendamente onde Ele quiser e colocar os seus pés amada!

    ResponderExcluir
  8. E...Larissa,que bom que por acaso vc voltou!Rsrsrs
    Apesar de estarmos tendo essa comunicação,apenas via net,alegro-me muito por sentir a comunhão que nos une e saber que somos irmãs em Cristo!!!
    Deus te abençoe infinitamente e cumpra o desejo do seu coração segundo a vontade dEle,que com toda a certeza é a melhor pra vc!Bjo!

    ResponderExcluir
  9. é a primeira vez k entrei e amei é muito gostoso ler as coisas de forma clara objetiva eeee meio k na brincadeira longe dos blabla de filosofia,hermeneutica k são otimo mas tem dia k enche o saco ainda bem k existem pessoas dotadas de sensibilidade p k possamos refletir de forma tão linda e suave as coisas de DEUS sou grata pela sua visa bjs

    ResponderExcluir
  10. QUE BENÇÃO,LER SOBRE A CORÇA E A ÁGUIA FORAM PALAVRAS EDIFICANTES PARA MINHA VIDA ESPIRITUAL E MINHA CAMINHADA COM DEUS, APRENDI MUITO COM CADA LINHA QUE LIA, E SOBRE O BLOG AMEI, IREI SER UMA SEGUIDORA, PORQUE PARECE QUE É DIFERENTE DE TODOS QUE JÁ ENTREI. BJS FICA COM DEUS. QUE ELE TE ILUMINE CADA VEZ MAIS PARA ESCREVER PALAVRAS MARAVILHOSAS COMO ESTAS...

    ResponderExcluir
  11. Presente maravilhoso de Deus para mim,ter vcs aqui comigo!!!
    A cada pessoa com nome citado,aos anônimos...obrigada!!!
    Bom demais ler os comentários,me sinto perto de cada um,e peço ao Senhor,que onde quer que estejam,Ele os guarde,abençoe,supra cada uma das necessidades e lhe dê a Sua paz!Sempre,sempre...bjos no coração!

    ResponderExcluir
  12. Oh!! Deus obrigada por existirem pessoas que servemm a ti como eu!!
    Queridaa Deus te Ilumine sempre...
    Aguias: Nao voam baixo.

    ResponderExcluir
  13. Parabéns por este post muito edificante!

    Que o Espírito Santo continue inspirando vc escrever textos para edificar o próximo!

    abraços fraterno

    ResponderExcluir
  14. paz,para minha vida prestou muito e edificou minha alma.
    sem mais.
    PR.SERGIO

    ResponderExcluir

Daily Calendar

Ocorreu um erro neste gadget